A História da Animação com filmes do You Tube (Parte 1 de 4)


A História da Animação, pode se confundir com a história da Fotografia ou mesmo do Cinema, no entanto os vídeos apresentados abaixo em ordem cronológica, é a mais pura prova da busca por uma linguagem que possa representar a realidade com maior fidelidade possível, ou ser a própria realidade. Entre as primeiras técnicas de imagens sequenciadas, afim de dar uma ilusão de movimento está a Lanterna Mágica inventada pelo jesuíta, matemático e inventor alemão: Athanasius Kircher em 1644.

Lanterna Mágica.

Em 1826 o francês Joseph Niépce realiza a primeira fotografia, este acontecimento realizou uma revolução na tecnologia de reproduzir imagens, abrindo o caminho futuramente para a invenção do Cinema e da Animação. Questionando o papel dos pintores e modificando drasticamente a arte, já que um aparelho poderia reproduzir fielmente uma imagem, em tempo menor e qualidade melhor que o velho retrato ou paisagem realizada com tintas.

A primeira Fotografia da história de 1826, ficou 8 horas sendo exposta no quintal de Niépce até que a imagem fosse capturada.

Aproximadamente nos idos de 1832 o famoso físico belga Joseph Plateau, apresentou sua teoria sobre a persistência retiniana, esta teoria consistia no tempo em que uma imagem pode ser formada ou captada por completa por nossa retina, este tempo é de 1/3 de segundo, esta teoria explica a “Ilusão de Ótica“. Uma imagem passada rapidamente temos apenas a impressão dela e se antecedida por outra em alta velocidade, dá a ilusão de movimento, ou seja; o princípio da animação. Esta premissa desenvolveu o Fenacistiscópio.

Fenacistiscópio é o lastro da Animação Moderna.

O matemático inglês William Horner criou o objeto que seria conhecido como Zootropo ou Zotrópio, em 1834. Este tambor girante, continha imagens ao longo da elipse e quando impulsionado fazia a figura ficar animada. Muito popular em sua época, o zootropo foi comercializado também como um brinquedo infantil.

Zootropo.

Eadward Muybridge ousou mais ainda que seus antecessores, no ano de 1872 o ex-governador da Califórnia admirador de corridas de cavalos Leland Stanford, procurou o notório fotógrafo, para provar cientificamente que o cavalo em galope tira totalmente suas patas do solo em certo ponto, partindo deste desafio Eadward Muybridge criou um sistema de fotos disparadas continuadamente, assim provando a afirmação do ex-governador e criando uma ilusão do movimento do cavalo, como realmente estivesse galopando. Abaixo em dois vídeos, didaticamente separados, explica o primeiro, o processo e a experiência de Muybridge e o segundo vídeo o resultado das fotografias animadas.

Primeira Etapa: Processo fotográfico de Muybridge em Animação 3D. Este processo ficou conhecido como: Cronofotografia.

Segunda Etapa: As fotografias continuadamentes exibidas.

A seguir temos dois inventos, o Praxinoscópio e o Kinetoscópio ambos caminham como projetores, apenas reproduzem imagens. O primeiro é um teatro ótico, o Praxinoscópio de 1877 projetava imagens dum fotograma numa parede e foi criado pelo francês Émile Reynaud e o Kinetoscópio, inventado pelo célebre inventor norte-americano Thomas Edison (1891) é nada mais nada menos que uma caixa de madeira com uma lente, usada como um caça níquel, a pessoa pagava e depois assistia a uma cena, a um filme curto, mas olhando por uma lente. É fácil notar que ambos tem mecanismos parecidos, embora tenham quase o mesmo resultado, mas ainda não seria a invenção do cinema.

Este vídeo ilustrativo, exemplifica o mecanismo do Praxinoscópio, Émile Reynaud é considerado o pai da animação por conseguir projetar imagens.

O Kinetoscópio mais se parecia uma caixinha mágica, com pessoas em ação dentro. A velha briga dos norte-americanos é que esta caixinha já era a invenção do Cinema, mas cá para nós, assistam e tirem suas próprias conclusões…

Conhecidos mundialmente como os inventores do Cinema, os irmãos Auguste Lumière e Louis Lumière criaram o Cinematógrafo em Dezembro de 1895, que é uma versão rudimentar da Câmera Filmadora que conhecemos, porque ele é? O Cinematógrafo registrava imagens em frações de segundos ininterruptamente, como se fosse uma máquina fotográfica que dispara fotos todo tempo, ou seja, uma Filmadora e com o auxílio de outro equipamento de luz fazia-se a projeção dos filmes depois. Abaixo, serão mostrados o funcionamento do Cinematógrafo e o primeiro filme exibido na história foi “A saída dos operários da fábrica Lumière“, fabricantes de películas fotográficas, mas erroneamente “L’Arrivée d’un train en gare de à la Ciotat“ ” ou “A chegada do trem na estação” é dita por alguns autores e curiosos como o primeiro filme.

O sistema criado pelos irmãos franceses não se comparava com nenhum outro já visto, como se pode ver.

A saída dos operários da fábrica Lumière “O Primeiro Filme exibido ao público da História”.

Este curtíssimo filme de aproximadamente 50 segundos foi um dos primeiros da história a ser exibido em público e ficou muito popular pelo fato dos espectadores se esquivarem por acreditar que o trem fosse real.

A continuação da História do Cinema e também da Animação, terá outras postagens, pois um assunto tão amplo deve ser dividido em mais partes devido a quantidade de material e para não ficar muito cansativo, leiam e assistam os…